Esquerda passa grande vergonha depois de não reconhecer a 'Metáfora' da Damares contra ideologia de Gênero

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019


Um vídeo divulgado nesta quinta-feira, 3, mostra a Ministra da Mulher e dos Direitos Humanos, Damares Alves, empogaldíssima gritando que “menina vesta rosa e menino veste azul”, e, em seguida, disse que o país vive uma “nova era”.


Há quem argumente que a frase foi descuidada, mas qualquer pessoa com dois neurônios percebe na hora que se tratava de uma metáfora, o que foi confirmado pela própria Damares mais tarde: “Fiz uma metáfora contra a ideologia de gênero, mas meninos e meninas podem vestir azul, rosa, colorido, enfim, da forma que se sentirem melhores”, disse a Ministra em entrevista ao Estadão.

Ideologia de gênero é a ideia de que gêneros são “construções sociais”, que não há “homem” ou “mulher”, mas que cada pessoa pode se definir como bem entender. O tema ganhou repercussão nacional quando a esquerda tentou implementá-lo no currículo escolar de crianças.

A metáfora desagradou a esquerda, virou meme e entrou nos trending topics do Twitter. Algumas contas ficaram revoltadas com o falso código de vestimenta que teria sido decretado pela recém-empossada ministra e já lançaram uma campanha defendendo a vestimenta livre.


Outros preferiram usar memes para o caso. Alguns até engraçados: um perfil desenterrou uma foto do Flávio Bolsonaro, filho do presidente da República Jair Bolsonaro, usando rosa: seria ele uma menina? Outro perfil ironizou o gênero da nova cor das cadeiras do Palácio a Alvorada, que agora estão azuis.

A treta fez até a Mídia Ninja lançar a hashtag #CorNãoTemGênero, como se fosse isso que a ministra quis dizer.

A esquerda ou se faz de boba para interpretar a frase, ou apenas procura pêlo em ovo para criticar o governo de Bolsonaro.
DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE O ASSUNTO!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial


ÚLTIMAS BOMBAS



     
    Copyright © 2015. Jornal Brasil 316 .
    .