Billboard Ads




Superior Tribunal Federal pode anular o processo contra Lula no caso “Triplex”

De acordo com a Deputada Federal eleita por São Paulo, Carla Zambelli (PSL), integrantes da força tarefa da Lava Jato revelaram uma nova articulação para soltura do criminoso Lula.

A defesa do presidiário entrou com novo pedido de liberdade, no STF, alegando que o fato de o juiz federal Sergio Moro, que conduz a Lava Jato na primeira instância, ter aceitado o cargo de ministro da Justiça no governo de Jair Bolsonaro (PSL) provaria que o magistrado é parcial.

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, decidiu enviar para a Segunda Turma da Corte o mais recente pedido de liberdade. E é ai que mora o perigo, pois de acordo com a deputada Zambelli, o próprio Fachin pode votar favorável a anulação do processo. Sendo assim Lula não só estaria livre, como também pode voltar a ser ficha limpa, oque é gravíssimo


Nesta terça (6), Fachin concedeu 5 dias para o pronunciamento do TRF4 e da 13ª Vara Federal de Curitiba, antes de a Segunda Turma do STF se pronunciar.

O colegiado é composto pelos seguintes ministros, além de Fachin: Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Cármen Lúcia e Celso de Mello.




A deputada ainda faz um apelo para que a sociedade civil se mantenha em alerta e envie e-mail para o ministro Edson Fachin, exigindo a manutenção da prisão de Lula.

Por