“Mourão foi infeliz, deu uma canelada”

segunda-feira, 8 de outubro de 2018


Jair Bolsonaro foi questionado sobre declarações do vice, general Hamilton Mourão, que dias atrás defendeu a realização de uma Constituinte e falou também em “autogolpe”.

“Eu o desautorizei nessas duas oportunidades. Jamais posso admitir uma nova Constituinte. Eu não entendi o que ele quis dizer com autogolpe, mas isso não existe. Se estamos disputando eleições é porque acreditamos no voto popular.”

“Nessas duas vezes, ele foi infeliz. Deu uma canelada.”
Segundo Bolsonaro, Mourão “sabe a responsabilidade que tem” e, caso eleito, “rapidamente se adequará”. “O que falta a ele é um pouco de tato, de vivência política.”




Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial


ÚLTIMAS BOMBAS



     
    Copyright © 2015. Jornal Brasil 316 .
    .