Billboard Ads




O senador eleito pelo PDT no Ceará, Cid Gomes, recorreu ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na noite desta terça (16) contra o uso de sua imagem no programa eleitoral de Jair Bolsonaro (PSL), informa Julia Chaib. 


O rival de Fernando Haddad (PT) na disputa presidencial levou ao ar na noite desta terça (16) o desabafo que Cid fez contra petistas nesta segunda (15).


A defesa de Cid, irmão de Ciro Gomes (PDT), diz que Bolsonaro lançou mão de “ardiloso artifício para tentar repassar à população fatos que não condizem com a realidade”. 


Os advogados do pedetista alegam que a campanha de Bolsonaro teria infringido a lei eleitoral porque não poderia transmitir propaganda com a imagem de candidato que pertence a partido que declarou apoio a outro. 


Os representantes de Cid ainda afirmam que a campanha de Bolsonaro tenta “criar, artificialmente, estados mentais na população, na nítida tentativa de induzir o eleitorado à erro” e anexa à peça reportagens em que Cid declara voto no petista no segundo turno.
Por