Recusar Digitar alguma coisa e apertar enter

author photo
Por On

A facada em Jair Bolsonaro, dada por um militante de esquerda durante um ato de campanha em Juiz de Fora, tinha o objetivo de acertá-lo o coração e mata-lo ali mesmo no local.  
O agressor fracassou e errou o alvo, mas o golpe nas eleição já foi dado. 
Líder nas pesquisas e desfrutando de alta popularidade nos aeroportos, com apoiadores espontâneos indo recebe-lo, este cena não será mais vista durante a campanha presidencial inteira nos tele jornais.  
Isso já o coloca em enorme desvantagem diante dos demais concorrentes. 
Pesquisas suspeitas já apontam que o candidato perderia para todos em um possível segundo turno. 
O que nos conforta é saber que se o golpe der certo e for concluído, o próximo presidente não terá vida fácil. 
Nos grupos dos caminhoneiros, já existe alguns comentários de greve caso o candidato esfaqueado perca as eleições.
Há quem diga, que se Bolsonaro não for eleito, o próximo presidente não durará 3 meses no mandato.