Recusar Digitar alguma coisa e apertar enter

author photo
Por On

Em 3º lugar vem Ciro, em 4º Alckmin, em 5º Marina e na 6ª posição Amoêdo do Novo; nas demais posições outros candidatos pontuam.

Em nova pesquisa registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o alfanumérico BR-03512/2018 do Instituto Paraná Pesquisas, Jair Bolsonaro do PSL (Partido Social Liberal) aparece liderando a disputa na corrida presidencial com 31,2 % das intenções de voto, seguido do principal rival o petista Fernando Haddad que fincou os 20,2%, segundo o levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, este encomendado pela publicadora financeira brasileira Empiricus e a revista Crusoé. Em 3º lugar vem Ciro Gomes com 10,1%, Alckmin vem em 4º com 7,6%, atrás vem Marina com 4,3% e Amoêdo com 3,8% e demais candidatos; em pesquisa com margem de erro de 2 pontos percentuais.

Acirrada, a nova pesquisa divulgada nesta quarta-feira (26) mostra como principal disputa presidencial basicamente um embate entre a direita política representada pelo capitão da reserva, Jair Bolsonaro, e a esquerda política representada pelo petista Fernando Haddad.

Com grau de confiança de 95%, o levantamento do Instituto ouviu 2.020 pessoas desde domingo (23) a terça-feira (25) deste mês de setembro, nos 26 estados, em 168 municípios e no Distrito Federal.

Bolsonaro e Haddad crescem, capitão mantém liderança frente ao petista
Vale lembrar que na pesquisa anterior do Paraná Pesquisas (2 semanas atrás) Jair Bolsonaro aparecia com 26,6% das intenções dos votos, se compararmos a pesquisa anterior veremos um crescimento [VIDEO] de 4,6% do militar em 15 dias.

Por outro lado, Haddad do PT cresceu 11,9 pontos, indo de 8,3% para 20,2% no período de 2 semanas.

Já Ciro e Alckmin decresceram nesta pesquisa: de 11,9%, Ciro foi para 10,1%, já Geraldo Alckmin foi de 8,7% para 7,6%, Marina Silva, por sua vez, foi de 10,6% foi para 4,3%.


Intenções de voto do 1º turno e colocações do 2º
Em resumo, na pesquisa de intenção de voto do Instituto Paraná Pesquisas, Bolsonaro agora tem 31,2%, Haddad 20,2%, Ciro 10,1%, Alckmin 7,6%, Marina 4,3%, Amoêdo 3,8%, já Alvaro Dias oscilou para 1,9% (na pesquisa anterior Dias tinha 3,7%), Meirelles subiu de 2,4% para 1,3%, Boulos por sua vez oscilou de 0,8% para 0,4% na intenções de voto, da pesquisa, Cabo Daciolo também oscilou: De 0,6% foi para 0,3%, Vera Lúcia oscilou de 0,7% para 0,3%, Eymael de 0,2 diminui para 0,1%, Goulart Filho de 0,4% foi para 0,1%. Não sabe totalizavam 5,8%na pesquisa anterior, já nesta totalizam 6,3%. “Nenhum” totalizava 16,0%, nesta pesquisa no entanto somou 11,9%.

No 2º turno, Jair Bolsonaro vence Haddad e Alckmin mas empata tecnicamente com Ciro, dentro da margem de erro. Cabe lembrar aqui que a margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Simulações de 2º turno do Instituto Paraná Pesquisas/Crusoé/Empiricus
Em disputa com Hadadd, Bolsonaro ficaria com 44,3%, já o petista ficaria com 39,4%; neste embate não sabem totalizam 4,3% ou não “nenhum” 12,1%.

Ainda em cenário simulado de 2º turno, Ciro aparece com 43,2%, Bolsonaro com 41,6% o que daria um empate técnico. Não sabem somariam 4,1%, nenhum 11,1%.

Em embate com Alckmin, Bolsonaro lidera contando com 42,1% das intenções de voto, contra 38,2% do tucano, “não sabe” ficaria em 4,5%, nenhum 15,2%.

Entre Haddad e Alckmin: O petista somou 36,3%, Alckmin 35,8%, não sabe ficou em 4,7% e nenhum 23,4%.

Já Haddad aparece perdendo para Ciro: 32,4% do petista contra 38,2% de Gomes. Não sabe ficou em 4,3% e “nenhum” em 25,2%.

Via: blastingnews