Recusar Digitar alguma coisa e apertar enter

author photo
Por On

No processo de investigação sobre o militante de esquerda que esfaqueou Bolsonaro, os policias federais solicitaram a quebra de sigilo bancário do agressor.

Em uma conta, foram encontradas transações que levantaram suspeitas, diz a Crusoé. 

O esfaqueador do presidenciável líder nas pesquisas recebia com alguma frequência transferências de valores e também depósitos em dinheiro vivo. 

Os investigadores, no entanto, mantiveram estes valores sob sigilo. Eles agora tentam descobrir quem transferia estes recursos para o militante de esquerda. 

Além disso, os agentes querem saber quem está pagando os advogados do agressor.