Delação que entregou ministro do STF está parada há dois anos

segunda-feira, 2 de abril de 2018

O site BR18 lembra que neste 2 de abril faz exatos dois anos que José Luís de Oliveira Lima assumiu a defesa de Leo Pinheiro com o objetivo de encaminhar a delação premiada do ex-presidente da OAS e demais executivos do grupo.
 Reprodução / Montagem

"Desde então a delação foi paralisada por Rodrigo Janot, teve as negociações retomadas, chegou a ser quase fechada, mas segue empacada. A defesa ainda acredita que o acordo –que pode corroborar o que executivos da Odebrecht disseram sobre Lula– ainda sai neste ano."
O acordo empacou após a Veja publicar que Léo Pinheiro delatou o ministro do STF, Dias Toffoli.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial


ÚLTIMAS BOMBAS



     
    Copyright © 2015. Jornal Brasil 316 .
    .